Huston Smith | A Essência das Religiões

quarta-feira, dezembro 28, 2011



Editado pela primeira vez em 1958 e com mais dois milhões e meio de exemplares vendidos em todo o mundo, The World’s Religions: Our Great Wisdom Traditions é uma das mais consideradas análises comparativas não valorativas entre as sete principais religiões: cristianismo, hinduísmo, budismo, confucionismo, taoísmo, islamismo e judaísmo (a que acresce um capítulo sobre religiões primitivas). A obra, assinada pelo professor de estudos religiosos Huston Smith, foi editada pela Lua de Papel, com o título A Essência das Religiões. Mais do que um manual de história das religiões ou das instituições que as sustentaram, trata-se de um «livro sobre valores» e «inabaláveis verdades teológicas e metafísicas», sobre as expressões mais felizes e conseguidas da imensidão da fé humana.
O ponto de partida, esclarece-se na introdução, será sempre o de um ocidental. Mas é este ocidental contemporâneo que Huston Smith encarrega da mais ambiciosa tarefa: tornar-se um «Bailarino Cósmico» e religar o mundo à sua volta, abrindo-se ao entendimento e respeito pelas concepções e vivências de todas as religiões vivas. Escutando todas as vozes que, de uma forma tão díspar mas igualmente intensa e vivida, se dirigem a um Deus, Smith pergunta: «Será que há uma fé solista, ou as partes partilham contraponto e antifonia, quando não se unem num refrão?»
A Essência das Religiões é uma abordagem ensaística que procura traduzir diferenças e estabelecer pontes entre religiões autênticas. Porque todas elas representam «a abertura mais clara através da qual as inesgotáveis energias do cosmo penetram na vida humana»: do «podes ter o que queres» do hinduísmo à Boa Nova cristã, ao Caminho das Oito Vias budista ou ao ideal de verdadeiro cavalheiro de Confúcio, à quietude criativa taoísta, ao caminho da rectidão indicado pela lei islâmica ou à judaica demanda do significado.
Filho de missionários metodistas, Huston Smith nasceu em Soochow na China, em 1919, e ali viveu até aos 17 anos de idade. Ao longo da sua vida, foi professor nas mais prestigiadas universidades norte-americanas, praticou o cristianismo e, sucessivamente por períodos de dez anos, o hinduísmo vedanta, o budismo zen e o sufismo. A sua biografia é o exemplo do que propõe neste livro: aprender a escutar o outro, ainda que nos seja estranho.

A Essência das Religiões, Huston Smith, Lua de Papel, 496 págs.

SOL/ 17-01-2008
© Filipa Melo (interdita reprodução integral sem autorização prévia)

Pode Também Gostar de Ler

0 comentários